Como Deus nos ama

O amor para Deus não é igual ao “amor” que o mundo prega. Não é igual ao “amor” que passa a mão na cabeça quando estamos errados, não é aquele que faz vista grossa para os erros, não é aquele que vê a gente no caminho errado e fala “isso mesmo vai em frente”. O verdadeiro amor é aquele que corrige, que disciplina, que sabe o que é o melhor para a gente, que quer o melhor para a gente e que nos ensina a seguir o melhor caminho. O amor de Deus não se corrompe com nossos erros, não se mistura com a nossa imundícia. Ele é Santo e vai continuar sendo. Deus e seu amor não tem manchas, não tem máculas. Ele nos quer, mas para estarmos com Ele precisamos nos lavar no sangue do Cordeiro, precisamos nascer de novo, precisamos deixar o nosso eu, as nossas vontades. O bom que Ele é paciente, Ele espera a gente mudar, Ele nos ajuda a mudar quando pedimos e quando a gente se esforça. O verdade amor nos quer limpos, não é aquele que diz vai e se lambuza mais, não, esse amor tem zelo, cuidado, carinho.

O fato de Deus nos amar não garante a nossa salvação, mas o nosso amor por Ele sim, desde que o amemos verdadeiramente, abrindo mão de tudo e dos nossos erros. Deus fez o inferno e vão para lá todos aqueles que não obedeceram e não amaram ao Senhor. Uma história que devemos lembrar é que o inimigo não foi sempre o inimigo, ele estava no Reino, era Arcanjo, tinha um dos mais altos cargos, e ele invejou o Senhor e desejou em seu coração ser semelhante ao altíssimo. Mas Deus na sua sabedoria o derribou do céu e o sentenciou ao inferno eterno, sem direito a perdão. Você acha que Deus não gostava do inimigo, se ele não gostasse como é que ele teria um cargo tão alto e agradava o Senhor com o seu louvor. Mas no inimigo entrou o mau e Deus não se mistura com coisas imundas. Ele é santo. Sorte nossa que Deus nos perdoa, mas é preciso que busquemos esse perdão, é preciso que nos entreguemos completamente a Ele sem reservas. O amor de Deus é puro e todos aqueles que não se arrependerem dos seus maus caminhos até a vinda de Jesus ou até a sua própria morte terão o mesmo destino que o inimigo. Que aprendamos mais com o amor verdadeiro, com o amor que dá a vida eterna, o amor que nos corrige e nos castiga para o nosso bem.

Posts Relacionados: